BRASILCULTURA

Ayrton Montarroyos lança seu novo álbum, “A Lira do Povo”

Novo trabalho já está em todas as plataformas digitais pela gravadora Kuarup com participação especial de Alaíde Costa nas faixas “A Estrada do Sertão” e “Gas Neon”

 O novo álbum do pernambucano Ayrton Montarroyos, batizado por Hermínio Bello de Carvalho: “A Lira do Povo”, chegou a todas as plataformas digitais na primeira semana de junho, pela gravadora Kuarup com participação especial de Alaíde Costa nas faixas “A Estrada do Sertão” e “Gas Neon”. Montarroyos explora a cultura do homem brasileiro, sua relação com o sertão, a cidade e o mar.

O folclore, a oralidade e as histórias de pescador são elementos importantes de que o artista, juntamente aos três músicos com quem divide o palco (Arquétipo Rafa – percussão, baixo e direção musical, Ariane Rodrigues – Flautas e Rodrigo Campos – violões) e o coro formado por Rhaissa Bittar, Mari Tavares e Tatiana Burg, faz uso.

Em “A Lira do Povo” o protagonista não é apenas o sujeito, mas o objeto dessa história. Os acontecimentos em sua vida são exagerados e levados ao extremo, tornando-se também figuras centrais. Um pássaro-observador acompanha, como figurante metafórico, o desenvolvimento desse personagem, representando o sentimento brasileiro e suas modificações, de acordo com a realidade que se apresenta. Ao final da terceira das três suítes que compõem a apresentação, o pássaro é enxotado pelo ritmo acelerado da vida urbana, com seu tempo apressado e suas distrações.

Sobre a obra, o artista comenta: “Este álbum não é um retrato do Brasil. Também não é um recorte da memória afetiva do povo brasileiro ou a projeção de um país ideal ou não.

Sobre Ayrton Montarroyos

Ayrton Montarroyos começou cedo, aos 11 anos, cantando em saraus e rodas de choro em Recife, sua cidade natal. Aos 18 anos, fez suas primeiras gravações em importantes discos de música brasileira. Um deles, inclusive, indicado ao Grammy Latino em 2013.

Vice-campeão do The Voice Brasil, da TV Globo, em 2020, interpretando canções elementares da música brasileira, como “Carinhoso” (Pixinguinha/João de Barro). Aos 22, Ayrton lançou o seu primeiro álbum “Ayrton Montarroyos” (2017 -Independente), que recebeu críticas dos principais veículos do Brasil e de países como Japão, como na revista J. Wave.

Seu primeiro disco foi produzido por Thiago Marques Luiz, responsável por álbuns que trabalham com a manutenção da memória popular, através da série “100 Anos”, e pelos últimos trabalhos, quase todos premiados, das carreiras de Cauby Peixoto e Ângela Maria.

Atualmente, Ayrton Montarroyos está duplamente presente na trilha sonora da novela “No rancho fundo”, da TV Globo, que inclui duas gravações inéditas feitas por Ayrton com produção musical dos pianistas Daniel Tauszig e Ricardo Leão. O cantor traz melancolia para o sertão da novela ao gravar a música-título “No rancho fundo” (Ary Barroso e Lamartine Babo, 1931) com o toque do violão de Gabriel Deodato e a canção “Sanfona sentida” (Dominguinhos e Anastácia, 1976).

 Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo